Bem-vindo(a). Hoje é Guarantã do Norte - MT

Em homenagem a Bruno e Dom Phillips, rabino faz oração com canto indígena

Em homenagem a Bruno e Dom Phillips, rabino faz oração com canto indígena
Compartilhe!

Como forma de lembrar o indigenista Bruno Pereira e o jornalista inglês Dom Phillips, que atuavam para defender os povos originários e a floresta amazônica, o rabino Uri Lam fez uma homenagem durante uma oração judaica em São Paulo.

Na oração, chamada de kadish, ele cantou a música indígena entoada por Bruno em um vídeo que viralizou nas redes sociais depois de sua morte (veja abaixo). “Pela elevação da memória de Bruno Pereira e Dom Philips”, disse Lam, ao fim da prece.

A kadish é uma prece pelos mortos, considerada uma oração de santificação da vida. Os judaicos evocam os feitos dos que se foram como forma de lembrá-los.

Canto eternizado

Em referência à luta de Bruno e Dom pela defesa do meio ambiente e dos povos originários, o rabino citou um trecho do livro de Deuteronômio, da Torá. “Não destrua suas árvores manejando o machado contra elas. Você pode comer delas, mas não derrubá-las. Pois são as árvores do campo humanas, para que consigam se retirar quando você sitiar a cidade?”, recitou.

Em seguida, ele entoou parte da canção indígena que ficou eternizada por Bruno. “Eu não sei o significado, está numa língua indígena, que eu não conheço. Só consigo cantar, e com o coração”, disse o rabino.

A canção, segundo o presidente do Conselho Distrital de Saúde dos Kanamari, Aldair Kanamary, é um canto da etnia para ritual da ayahuasca (chá medicinal), e conta a história de uma mãe arara que chama pelos filhotes no ninho para alimentá-los.

Bruno e Dom viajaram para o Vale do Javari, entre as cidades de Atalaia do Norte e Guajará, na tríplice fronteira Brasil, Peru e Colômbia, quando desapareceram no dia 5 de junho. A área possui 8,5 milhões de hectares demarcados, sendo a segunda maior terra indígena do país – a primeira é a Yanomami, com 9,4 milhões de hectares.

Segundo investigação da Polícia Federal, a dupla foi perseguida por pescadores ilegais e assassinados. As vítimas teriam sido mortas a tiros e os corpos, esquartejados e enterrados.

Veja a canção na voz de Bruno

Com informações de O Dia 

Só Notícia Boa
Read More

LIVE OFFLINE
track image
Loading...