Bem-vindo(a). Hoje é Guarantã do Norte - MT

Pivetta se reúne com representante de banco e investidores analisando fase 2 do programa fomentando ações pelo meio ambiente

Pivetta se reúne com representante de banco e investidores analisando fase 2 do programa fomentando ações pelo meio ambiente
Compartilhe!

O vice-governador de Mato Grosso, Otaviano Pivetta, reuniu-se com a comitiva de instituições que financiam ações de preservação do meio ambiente no Estado, por meio do Programa REM Mato Grosso (REDD para Pioneiros pela sigla em Inglês), para tratar do planejamento da “fase dois” do projeto. Nos últimos quatro anos, a iniciativa investiu R$ 144 milhões em Mato Grosso.

Pivetta reforçou o compromisso do governo com a meta de descarbonização, que prevê a neutralização das emissões até 2035. Afirmou também que é do interesse do Estado estreitar relações para a continuidade do trabalho, que tem contribuído para que Mato Grosso possa produzir e conservar as riquezas naturais.

O gerente de portfólio do Banco de Desenvolvimento da Alemanha (KFW), Klaus Koehnlein, informou que está sendo avaliada uma extensão do programa na segunda fase, com o objetivo de dar continuidade ao trabalho. “Essa foi uma reunião de monitoramento do Programa REM, que é uma parceria importante para nós para a proteção da floresta e do clima. Essa reunião foi para repactuar essa parceria junto com o Governo do Estado. Para nós é importante sempre encontrar com os parceiros, dialogar, ver os resultados, e desenhar o caminho para o futuro”, afirmou.

Segundo Manoel Serrão, superintendente de Programas do Fundo Brasileiro para a Biodiversidade (FUNBIO), Mato Grosso é referência para a instituição entre os mais de 40 projetos em execução no Brasil, que somam uma carteira de R$ 2 bilhões em investimentos.  “O REM MT é um exemplo. A quantidade de produtos que foi desenvolvida e os resultados que estão sendo demonstrados mostram uma curva de aprendizagem que não é fácil de ver em outros projetos. O compromisso do Governo do Estado, e a capacidade da equipe técnica, são diferenciais que fazem com que o Programa deva ter o seu modelo copiado em outras realidades no Brasil”, analisou.

A secretária de Estado de Meio Ambiente, Mauren Lazzaretti, informou que foi apresentado “quanto o Estado trabalha no combate ao desmatamento ilegal, com a responsabilização dos infratores do começo ao fim, desde a identificação do ilícito por alertas de imagens de satélite, a autuação rápida, e a responsabilização” e que o programa vai muito além do comando e controle. Ela cita que o REM atua no fortalecimento institucional, das cadeias produtivas, pensando sempre nos aspectos social, econômico, e ambiental. Também estão incluídas ações de combate aos incêndios florestais.

O REM é um programa do Governo Alemão que premia estados pela redução de emissões de gases do efeito estufa oriundas do desmatamento e fomenta a conservação das florestas e seus povos tradicionais. É um programa de pagamentos por resultados na diminuição de emissões, informa a secretaria estadual de Comunicação.

Fonte: Só Notícias
Artigo Original em > www.sonoticias.com.br

LIVE OFFLINE
track image
Loading...